Institucional

Campus da FLAM em Arujá

Origem

O diferencial FLAM está:

na experiência e na capacidade:

• mais de 40 anos no ensino de teologia.

• docentes mestres e doutores. 

• nota 4 na avaliação MEC.

• nota 4 no Enade.

na vivência:

• aprofundamento teológico  e engajamento missional/pastoral.

• desenvolvimento espiritual e acadêmico.

• teologia que discute ecologia, arte, cultura em vista da missão da Igreja no mundo.

na localização e estrutura:

• campus dentro de uma grande área verde.

• próximo à Dutra, em Arujá-SP

• acesso livre a  Biblioteca Virtual de Teologia.

• prédio com alojamento e refeitório para programa residente e hospedagem de alunos.

Um pouco da história

A Missão Jovens da Verdade, mantenedora da FLAM, iniciou suas atividades em 1968, com a chamada da igreja evangélica à necessidade da contextualização musical e litúrgica, juntamente com outros grupos de sua época. 

Desde então, a Missão Jovens da Verdade, nestes mais de 50 anos, tem contribuído para o desenvolvimento regional na área religiosa, a partir da educação e do lazer, servindo à comunidade evangélica, problematizando e fomentando ampla discussão de temas relevantes da atualidade, nos seus eventos, cursos e programas de acampamento para crianças, jovens e adolescentes. 

Dentro da orientação cristã bíblica, o trabalho realizado pela MJV trata de assuntos como prevenção e combate ao uso de drogas, aconselhamento familiar, orientação profissional da juventude etc.  

A preocupação com a cultura brasileira e seu enriquecimento tem sido uma de suas mais destacadas bandeiras, o que envolve comprometimento com a cultura nacional e com os problemas sociais, políticos e econômicos do nosso contexto, a fim de sinalizar o Reino de Deus.

Hoje, a Missão Jovens da Verdade ocupa uma área de 144.000 m2, com  várias instalações, entre elas o prédio da Flam, e espaços de lazer, como piscina semiolímpica e quadras poliesportivas.

Em 1977, foi criado o Instituto Bíblico Jovens da Verdade, com a finalidade de capacitar jovens para a liderança ministerial e atuação evangelizadora. Desde suas origens, a proposta educacional é formar jovens para o ministério cristão em uma perspectiva evangelizadora, ética e integral, oferecendo um ensino diferenciado e de qualidade, firmado nas Sagradas Escrituras e voltado para a evangelização e missões.

Em 1990, foi iniciada a construção do prédio de aulas contando com recursos advindos dos eventos realizados pela MJV, de ofertas diversas e com o trabalho voluntário de muitas pessoas. 

Em 2002, o Instituto Bíblico foi transformado em uma faculdade livre, denominada, na época, de FLAM – Faculdade Latino-americana de Teologia Integral, com o mesmo propósito de formação integral, com a proposta de promover uma formação acadêmica sólida, visando, à luz da sua experiência histórica, contribuir para a formação teológica em uma perspectiva evangélica.

No ano de 2015, a FLAM obteve o credenciamento do MEC (Portaria MEC 426 de 28/04/2015) para o oferecimento de cursos superiores presenciais, iniciando pelo curso de Teologia para o qual obteve autorização por meio da Portaria 489 de 26 de junho de 2015.

A primeira turma de teólogos formados pela FLAM, em 2018,  obteve nota 4 no Enade (nota máxima é 5), o que coloca a FLAM entre as melhores faculdades de teologia do país.

A FLAM, dentro desta área verde de Mata Atlântica, no Acampamento Jovens da Verdade,  possui um ambiente de estudo é tranquilo e silencioso. Amizade, comunhão e alegria são marcas de interação entre estudantes,  professores e toda comunidade jotaveniana.

Há mais de 40 anos de experiência, a FLAM prepara e estrutura seus recursos físicos, humanos e tecnológicos, visando à excelência da qualidade de ensino e ao bem-estar de alunos, professores, funcionários, prestadores de serviço, visitantes; enfim, da comunidade  que frequenta suas instalações.

A partir de 2020, a FLAM  está credenciada para oferecer cursos a distância (EaD), possibilitando avançar seu projeto educacional, agora por meio do uso das novas tecnologias da comunicação e da informação.

A Flam, visando contribuir para a formação da pessoas na área da Teologia,  realiza uma discussão interdisciplinar e mantém diálogo com outras áreas do conhecimento, para promover  enriquecimento cultural e permitir soluções aos problemas brasileiros, dentro dos valores cristãos. A Teologia da Flam é feita dentro de uma visão cristocêntrica, com vistas à missão da Igreja no mundo.

Administração

Missão – Visão – Valores

Missão

Contribuir para a formação cristã de líderes desenvolvendo competências que atendam aos desafios contextuais por meio de uma atuação humanizadora.

Visão

Ser um centro educacional universitário que promove a transformação da sociedade a partir do Evangelho.

Valores

Cristianismo autêntico, liderança, contextualização, responsabilidade social e ambiental, formação integral.

 

Organização Administrativa da FLAM 

Direção Geral: Ivone Lima Botelho

Coordenação da Graduação: Sidney de Moraes Sanches

Coordenação da Pós-graduação: Inês Teixeira

 

Credenciada pelo Ministério da Educação conforme Portaria 426, publicada no Diário Oficial da União de 29/04/2015

Quem Recomenda

  • Institucional

    Rev. Antonio Carlos Costa

    "O sonho da FLAM é propiciar aos seus alunos, num ambiente fraterno, formação teológica que fomente a santidade de vida, o fervor evangelístico e o compromisso com a justiça social."

  • Institucional

    Dr. Russel Shedd

    “Se for para escolher uma escola residencial séria, que requer aprendizado prático na obra,
    eu recomendo a FLAM.”

  • Institucional

    Pr. Ed René Kivitz

    “Para quem deseja associar a formação acadêmica e pastoral, piedade pessoal e engajamento ministerial, no contexto da teologia latino-americana e da missão integral da igreja, com muita satisfação recomendo a FLAM.”

  • Institucional

    Pr. Ziel Machado

    “Aprendi com meus mestres que a boa formação teológica sempre nos conduz à oração. Este é o compromisso da FLAM, desenvolver uma mente que crê e uma fé que pensa e assim aprender a reconhecer a Deus em nossos caminhos e não a confiar em nosso próprio entendimento.”